Ouça a Rádio Estação Cultura 96,3 FM

  ambiente virtual

ESTAÇÃO CULT

FUNDAÇÃO

ACESSO A INFOR

DOMINIO PUB

CAPES

sisreq

ouvidoria

 

Notícias Notícias 2018 Peru e Itália
Peru e Itália

Intercambistas peruanos e da Itália desenvolvem pesquisas e trabalhos técnicos no Campus Machado.

DSC 0023Mais uma vez o IFSULDEMINAS - campus Machado recebe intercambistas para pesquisas, estudos e trabalhos técnicos. Agora são dois peruanos, ambos da Universidad Nacional Piura, e uma italiana, da Universidade de Perugia. Os futuros profissionais de Ciências Biológicas, Luiz Jr. (21) e Merary Itamar (22) estão se preparando há um ano por uma oportunidade de vir ao Brasil. "Concorremos com diversos outros estudantes, mas como já estávamos estudando a língua há um tempo, tivemos vantagem no processo de seleção", contam. Luiz e Merary estão aprendendo sobre a fauna e flora brasileiras e dedicando-se ao Museu de Ciências Naturais do campus. Segundo eles, a ideia é voltar ao Peru no fim do ano e buscar incentivos para dar continuidade às pesquisas, fundando um museu em sua Universidade. "Estamos aprendendo as técnicas de taxidermia já desenvolvidas aqui. Também nos interessam questões como cafeicultura e biotecnologia de plantas. Devemos iniciar, em breve, pesquisas no laboratório com micropropagação de plantas", explicaram. Os peruanos tem como tutores os professores Walnir Gomes e Vera Lúcia.DSC 1150

Já a Itália está representada no campus pela estudante de Zootecnia Giulia Pastorelli (25). No Brasil, pretende estudar e escrever sobre os métodos de certificação orgânica, com ênfase na Certificação Participativa, ainda inexistente na Europa. Para isso, pesquisará diversos processos adotados em Minas e no estado de São Paulo. Entre os estudos está a Orgânicos do Sul de Minas, central de associação de produtores orgânicos da região sul do estado. Giulia explicou que o interesse no país surgiu após participar de uma palestra ministrada pelo seu hoje tutor, professor Sérgio Pedini, em sua faculdade. Giulia deve visitar associações e conhecer a certificação de produtos variados como frutas, verduras, café, ovos entre outros. "Pretendo aprofundar os conhecimentos também nessa relação entre produtores e consumidores. Na Itália temos muitas fraudes em relação a certificação de alimentos que se dizem orgânicos e não são. Pretendo amarrar todas as informações e análises em meu trabalho final que apresentarei em Perugia".

Pedini explicou que a vinda de Giulia abre também espaço para a troca de experiências docentes. Um professor italiano deve estar no campus Machado para palestras e trabalhos técnicos no mês de setembro, em uma cooperação mútua.

Texto e fotos: Ascom Machado

Editor Joomla: Diego Souza

comunica.machado@ifsuldeminas.edu.br

06/08/2018

 

 

sele instituto federal

selo rede de ensino