Ouça a Rádio Estação Cultura 96,3 FM

  ambiente virtual

ESTAÇÃO CULT

FUNDAÇÃO

ACESSO A INFOR

DOMINIO PUB

CAPES

sisreq

ouvidoria

 

Enem 2018

 

Inscrições abertas para o Exame Nacional do Ensino Médio 2018 (ENEM) 

Prazo segue até o dia 18 de maio

- Acesse o site do Enem 2018

A partir desta segunda-feira, 07 de maio, os estudantes poderão se inscrever para o Exame Nacional do Ensino médio (ENEM 2017), exclusivamente pela internet, por meio do endereço: enem.inep.gov.br/participante. Os participantes têm até o dia 18 de maio para realizar a inscrição e o prazo final para o pagamento da taxa, no valor de R$ 82,00, é dia 23 de maio.

O pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU) pode ser feito por meio de instituições bancárias, agências dos Correios e casas lotéricas. Mesmo para os pagantes, o Ministério da Educação (MEC) segue subsidiando parte dos gastos. Em 2017, por exemplo, o custo do Enem por candidato fechou em R$ 87,54, enquanto o do Enem 2016 foi de R$ 90,64. O exame é utilizado como umas das formas de ingresso no Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS), além das universidades públicas de todo o país e também para financiamentos em universidades privadas. 

Inscrição

Para fazer a inscrição, é necessário informar o número do CPF e do RG para que seja criada uma senha. É ela que dará acesso futuramente ao cartão de confirmação e aos resultados, por exemplo. Também é preciso ter um número de celular e um e-mail válidos, para que o Inep envie comunicados diretamente aos candidatos.

Além desses dados, os estudantes têm de afirmar se necessitam de algum atendimento especializado no dia da prova (como para pessoas com deficiência ou lactantes). Em outra etapa da inscrição, precisam marcar se a língua estrangeira cobrada na prova será o inglês ou o espanhol.

Todos os interessados em fazer o Enem 2018 devem se inscrever, mesmo aqueles que já solicitaram a isenção entre 2 e 15 de abril e aqueles que entraram com recurso entre 23 e 29 de abril, independentemente do resultado. A inscrição posterior às solicitações de isenção e justificativas de ausência é uma novidade desta edição e dá mais oportunidades a quem realmente tem direito à gratuidade, uma vez que permite a criação de um período para interposição de recursos. Além disso, coíbe a reincidência dos ausentes.

Provas

As datas do Enem 2018 já estão definidas: 4 e 11 de novembro, ou seja, em dois domingos, como na última edição. Neste ano, porém, terá uma novidade: no segundo dia de provas, os candidatos terão 30 minutos a mais para responder às questões para as disciplinas ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias.

04/11: 45 questões de linguagens, 45 de ciências humanas e redação.
Duração: 5h30

11/11: 45 questões de ciências da natureza e 45 de matemática.
Duração: 5h (30 minutos a mais do que em 2017)

Isenção

Este também é o Enem com a maior oportunidade de isenção, com quatro perfis de beneficiados. Pela primeira vez, quem obteve nota mínima para certificação do ensino médio nas áreas para as quais se inscreveu no Encceja 2017 teve direito a não pagar. E mesmo aqueles que não têm direito à isenção se beneficiarão de uma taxa de inscrição sem reajustes. O valor será o mesmo do ano passado: R$ 82. 

Terão direito à isenção aqueles que: estão cursando a última série do Ensino Médio, em 2018, em escola da rede pública; atingiram nota mínima para certificação do ensino médio nas áreas para as quais se inscreveram no Encceja 2017; cursaram todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada; e têm renda, por pessoa, igual ou menor que um salário mínimo e meio; estão em situação de vulnerabilidade socioeconômica por serem membros de família de baixa renda que possua Número de Identificação Social (NIS), único e válido; e tenha renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários-mínimos.

Justificativa de Ausência

Assim como a solicitação de isenção antecipada, a justificativa de ausência é uma novidade desta edição, sendo uma oportunidade para quem tem direito à gratuidade, e faltou por motivo justo, comprovar a situação e se beneficiar novamente da isenção. Das 208.588 pessoas que tentaram justificar a ausência, apenas 8.486 apresentaram algum comprovante, sendo 4.345 aprovados. E 54.124 pessoas entraram com recurso para tentar justificar a ausência. Ao final, 1.357 recursos relacionados à ausência foram aprovados.

A nota do Enem pode ser usada como critério de acesso aos cursos superiores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas (IFSUDEMINAS), por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Do total de vagas ofertadas pela instituição, 30% delas são reservadas ao ingresso via Sisu.

Texto: Ascom/Reitoria IFSULDEMINAS com informações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)
07/05/2018

 

 

sele instituto federal

selo rede de ensino