ambiente virtual
 ESTAÇÃO CULT
 FUNDAÇÃO
 ACESSO A INFOR
 
DOMINIO PUB
 
CAPES
 
sisreq
 
ouvidoria
 
 
Notícias Noticias 2017 Premiação: Obap 2017
Premiação: Obap 2017

Equipes do Amazonas e de Santa Catarina conquistam os primeiros lugares na Obap 2017

Reitor do IFSULDEMINAS anuncia projeto de internacionalização do evento 

Confira a classificação do Integrado!

Confira a classificação do Subsequente!

IMG 3337Representantes de Santa Catarina e do Amazonas ficaram com os primeiros lugares na 7ª edição da Olimpíada Brasileira de Agropecuária (Obap), realizada no último final de semana (1º a 3 de setembro) em Barbacena (MG). A equipe Helicoverpa II, do Instituto Federal do Amazonas – Campus Itacoatiara, ficou com a medalha de ouro na categoria ensino técnico subseqüente. Já o grupo Jim – Os transgênicos, do Instituto Federal Catarinense – Campus Videira, alcançou a maior pontuação na modalidade técnico integrado ao ensino médio. Os vencedores receberam medalhas e troféus. Também foram premiados os estudantes com melhores notas individuais e os que apresentaram os vídeos mais significativos de suas regiões.

Durante o sábado, dia 2, cerca de 60 equipes de todo o país participaram da etapa presencial da Obap. Na parte da manhã, resolveram provas teóricas individuais. À tarde, os representantes executaram as tarefas práticas em conjunto. O resultado foi divulgado na manhã do domingo, 3.

Os estudantes Julião Gonçalves Guimarães, 21 anos, Licínio da Cruz Gama, 24, e João Serafim Almeida da Costa Júnior, 22, do curso técnico subseqüente em Agronegócios do Campus Itacoatiara do Ifam, chegaram a Barbacena confiantes em uma boa classificação, mas acabaram assustados com a prova prática. “Foi difícil mexermos com o solo daqui. Estava complicado fazer a retirada das amostras. Estamos acostumados com a nossa região que é mais úmida”, lembrou Julião. Porém, isto não fez com que a prova não fosse executada com qualidade, completando os pontos que levaram o grupo ao primeiro lugar de sua categoria. “Essa foi uma experiência enriquecedora. A gente aprendeu muito durante a competição”, analisou Licínio.

IMG 3556Quatorze equipes de ensino técnico integrado já tinham subido ao palco para receber suas medalhas quando o reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli, anunciou a grande vencedora da modalidade. Ao ouvirem seus nomes, Marceli Buss, 18 anos, Juan Felipe Serighelli, 18, e Yuri Borga, 17 não contiveram as emoções e vieram às lágrimas. Com as mãos trêmulas segurando um celular, Marceli perguntou se poderia ligar para os parentes antes de participar das fotos oficiais. “A gente ficou primeiro lugar!”, comemorou ao telefone com familiares. Juan contou que, após a prova no sábado, a equipe se reuniu para comparar as respostas. “Não achávamos que daria para nós, já que erramos algumas questões”. “Estávamos desacreditados. A pontuação dos premiados estava muito alta. Achei que não tinha dado para a gente”, completou Marceli. Além das medalhas e troféu, a equipe levará para a instituição de Santa Catarina uma minibiblioteca doada pela Embrapa àqueles que desenvolveram os melhores vídeos sobre turismo rural de sua região.

Projeto de internacionalização da Obap

IMG 3263No ano que vem, a organização da Obap pretende aumentar a área de abrangência do evento. Durante seu discurso, Bregagnoli anunciou um projeto de internacionalização da olimpíada. A 8ª edição pode ter a participação de outros países de língua portuguesa. “A Obap valoriza o ensino técnico agrícola. Somos o segundo curso técnico de maior expressão no Brasil. Estamos sempre tentando melhorar o evento. Com a revisão das normas, neste ano, tivemos a melhor das provas qualitativas. Depois desta edição, o ensino agrário será visto de forma diferente”.

Bregagnoli fez questão de ressaltar o apoio dado a Olimpíada pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Setec/MEC). Robson Caldas de Oliveira, assessor especial do Núcleo Estruturante de Políticas de Inovação, esteve presente à cerimônia, representando a instituição. “A ideia da Rede é estar mais próxima da sociedade, mostrando a capacitação técnica. Por essa razão, temos incentivado a realização de diversas olimpíadas técnico-científicas. Com elas, temos reconhecimento dos cursos, aprimoramento dos estudantes e criamos desafios para o mercado”.

Parceria com IF Sudeste MG

IMG 3495Bregagnoli também fez questão de agradecer a parceria com o IF Sudeste MG, que sediou a Obap pela primeira vez no Campus Barbacena. “Mostramos aqui a importância da parceria, da cooperação. Juntos somos mais fortes. Vamos levar ensino de qualidade a todos”. O diretor-geral da unidade, Marcelo José Milagres de Almeida, também se mostrou satisfeito com o evento realizado com o IFSULDEMINAS. “Como técnico agrícola, não poderia perder a oportunidade de realizar a Obap aqui em Barbacena. Esta foi uma forma de levarmos o IF Sudeste para o Brasil todo. É o reconhecimento de nosso trabalho”.

Além de Bregagnoli, Milagres e Caldas, também compuseram a tribuna de honra da solenidade de encerramento o pró-reitor de Extensão do IF Sudeste MG, Valdir José da Silva; o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFSULDEMINAS, José Luiz de Andrade Rezende Pereira; e o pesquisador da Embrapa, Alfredo José Barreto Luiz.

Classificação individual:

1º lugar: Arthur Henriques Silva – UFV – Campus Florestal: 33,50 pontos
2º lugar: Geraldo Deboni Scárdua – IFES – Campus Itapina: 32,40 pontos
3º lugar: Matheus Martins de Sousa – IFTM – Campus Uberlândia: 31,90 pontos
4º lugar: Raquel de Souza Silva – CAVN/UFPB Campus III: 31,70 pontos
5º lugar: Giancarlo Nappi – AVAEC:31,10 pontos

Vídeos premiados:

Região Centro-Oeste: Tec Agro
Região Nordeste: Agro Cerrado e SertãoAgro
Região Norte: Safrinha e Agro Eirunepé
Região Sudeste: Verificadores
Região Sul: Jim – Os transgênicos

 

Texto: Lidiane Souza da Assessoria de Comunicação do IF Sudeste-MG

Revisão: Assessoria de Comunicação do IFSULDEMINAS - Reitoria

Fotos: Louise Moraes e Rachel dos Santos (IF Sudeste - MG)

Data: 04/09/2017

 

 

sele instituto federal

selo rede de ensino